Dentro de casa | Certificação Hídrica | Torneiras | Chuveiro | Autoclismo | Máquinas de lavar | Conselhos | Bolsa |
Exterior | Pátios e quintais | Jardim | Lavagem de veículos | Piscinas | Conselhos |
Aproveitamento de águas | Formas de Aproveitamento | Água da Chuva | Água residual tratada |

Dentro de casa - Torneiras


As torneiras são os dispositivos de consumo de água mais comuns numa habitação. Existem no mínimo 3 a 5 torneiras distribuídas pela cozinha e casas de banho.

Em termos médios, estima-se que as torneiras representem cerca de 16% do consumo na habitação. Os principais factores que influenciam o consumo associado às torneiras são o caudal, a duração da utilização e o número de utilizações por dia.

 

Redução do consumo de água nas torneiras


A redução do consumo de água nas torneiras está associada a uma diminuição das descargas de águas residuais e do consumo de energia resultante do uso de água quente.

Reduzindo o tempo em que a torneira está aberta (fazendo uma utilização mais rápida ou fechando a torneira enquanto se ensaboa, barbeia, lava a loiça, etc.), estima-se uma poupança potencial que pode ir até cerca de 50%.

A utilização de economizadores de água nas torneiras permite a diminuição dos consumos de água, associados a esta fonte de consumo, em média 50%.

Esquema de funcionamento de um economizador de água (Fonte: Ecofree)



A substituição de uma torneira convencional com um caudal médio de 6 litros por minuto por uma mais económica com 3 litros por minuto (valor comum para torneiras existentes no mercado) é possível obter um potencial de redução de 19 m3/ano/habitação, o que corresponde a uma eficiência potencial de 50%.

 

Conselhos para a redução dos consumos nas torneiras


Medidas para redução de consumos nas torneiras da casa de banho:

- Minimização da utilização de água corrente para escovar os dentes (com uso de copo ou fechando a torneira durante a escovagem); para fazer a barba (com água no lavatório ou com utilização alternativa de máquina eléctrica) ou lavar as mãos;

- Verificação do fecho correcto das torneiras após o uso, não as deixando a correr ou a pingar;

- Utilização de água de lavagens, enxaguamento de roupa ou de duches (com pouco detergente) para outros usos, como sejam lavagens na casa, a rega de plantas (por períodos limitados) e também para encher autoclismos, desligando previamente as torneiras;

- Sempre que for necessária a substituição de uma torneira, optar por um modelo com menor caudal;

- Utilização de dispositivos mais eficientes de modo a diminuir o consumo por utilização; entre os diferentes mecanismos existentes destacam-se as torneiras com maior ângulo de abertura do manípulo, redutor de caudal, dispositivo arejador, dispositivo pulverizador, fecho automático ou torneiras com comando electrónico.

 

Medidas para redução de consumos nas torneiras da cozinha:

- Minimização da utilização de água corrente para lavar ou descongelar alimentos (com utilização alternativa de alguidar), para lavagem de loiça ou roupa (com alguidar), ou lavagem das mãos;

- Verificação do fecho correcto das torneiras após o uso, não as deixando a correr ou a pingar;

- Utilização da menor quantidade de água possível para cozinhar os alimentos, usando em alternativa o vapor, o microondas ou a panela de pressão;

- Utilização de alguma água de lavagens, enxaguamento de roupa ou louça (com pouco detergente) para outros usos, como sejam lavagens na casa, a rega de plantas (por períodos limitados) e também para encher autoclismos, desligando previamente as torneiras;

- Utilização da água de cozer vegetais para confeccionar sopas ou para cozer outros vegetais (no frigorífico dura vários dias);

- Sempre que for necessária a substituição de uma torneira, optar por um modelo com menor caudal;

- Utilização de dispositivos mais eficientes de modo a diminuir o consumo por utilização. Entre os diferentes mecanismos existentes destacam-se as torneiras com maior ângulo de abertura do manípulo, redutor de caudal, dispositivo arejador, dispositivo pulverizador, fecho automático ou torneiras com comando electrónico.

 

 

Fontes:
Guia Técnico 08 do IRAR/ERSAR (2006)
Programa Nacional para o Uso Eficiente da Água
(2001)

Outros projectos Água por míudos

:: CONSELHOS

Não deite lixo para a sanita, evitando descargas de água desnecessárias.


HOME | DOCUMENTAÇÃO | LINKS | GLOSSÁRIO | CONTACTOS | Site desenvolvido por: