Dentro de casa | Certificação Hídrica | Torneiras | Chuveiro | Autoclismo | Máquinas de lavar | Conselhos | Bolsa |
Exterior | Pátios e quintais | Jardim | Lavagem de veículos | Piscinas | Conselhos |
Aproveitamento de águas | Formas de Aproveitamento | Água da Chuva | Água residual tratada |

Exterior - Piscinas

Devido ao volume de água utilizado em piscinas, a sua manutenção implica consumos de água muito elevados, que serão tanto maiores quanto maior for o tamanho deste equipamento.

A manutenção da qualidade da água de uma piscina pode ser feita através de dois processos diferentes:

  • renovação periódica
  • recirculação de água com tratamento intermédio

(O primeiro processo é o que apresenta um maior consumo de água).

Ao optar pela recirculação de água com tratamento intermédio, poderá reduzir o gasto anual de água na piscina em cerca de 95 m3. A diminuição de consumos de água por este sistema só será máxima se a escolha do sistema de tratamento recair no mais eficiente, ou seja, com baixos volumes de água gastos na limpeza em contra corrente dos filtros.

A água utilizada para lavagem dos filtros poderá ser aproveitada para outras utilizações, como a rega, se a sua concentração de cloro for inferior a 3 mg/l.

Outro problema das piscinas é a perda de água por evaporação. Este pode ser minimizado através da utilização de uma cobertura, que permite a redução de cerca de 90% das perdas por este fenómeno. Considerando uma piscina com uma área de 40 m2 evitar-se-ão perdas anuais na ordem dos 60 m3.


Para além da redução das perdas de água a cobertura evita a entrada de pó, folhas e outros elementos na piscina, o que implica uma diminuição nas necessidades de limpeza deste equipamento.

Exemplo de cobertura de piscina (Guia Técnico 08 do IRAR/ERSAR, 2006)



Em piscinas terá de se considerar também as perdas menos significativas através do sistema de tubagem, devido a fendas na estrutura e ao transbordo da água da piscina.

Redução de consumo em piscinas

A utilização mais eficiente de uma piscina pode ser conseguida através de:

  • Utilização de uma cobertura;
  • Recirculação da água conjuntamente com um sistema de tratamento eficiente do ponto de vista do consumo de água na lavagem de filtros;
  • Eliminação de perdas em todo o conjunto tubagens;
  • Alteração de procedimentos dos utilizadores de modo a impedir o transbordo e a entrada de sujidade na piscina.


Fontes:
Guia Técnico 08 do IRAR/ERSAR (2006)
Programa Nacional para o Uso Eficiente da Água (2001)

Outros projectos Água por míudos

:: CONSELHOS

Feche a torneira ao fazer a barba.


HOME | DOCUMENTAÇÃO | LINKS | GLOSSÁRIO | CONTACTOS | Site desenvolvido por: