Mobilidade | Mobilidade Suave | Transportes colectivos | Partilha de viaturas |
Veículos | Combustão Interna | Veículos alternativos | Zonas de Emissões Reduzidas |
Componentes | Filtros de partículas | Catalisadores | Pneus |
Combustíveis | Biocombustíveis líquidos | Biomassa | Biocombustíveis gasosos | Combustíveis tradicionais |
Ruído | O que é | Efeitos na saúde | O que fazer | Contatos úteis | Conselhos |
Conselhos | Planeamento da deslocação | Na condução | Ar condicionado | Manutenção |

Componentes - Catalisadores

Um catalisador ou conversor catalítico é um dispositivo utilizado para reduzir a toxicidade dos gases emitidos pelos motores de combustão interna (a gasóleo e gasolina). Este tipo de sistema foi introduzido na produção em série de carros nos Estados Unidos da América a partir de 1975.

A queima de gasóleo e gasolina nos motores dos automóveis produz, em maior quantidade, dióxido de carbono (CO2) e água (H2O). Como a queima destes combustíveis não é completa, há a produção de gases tóxicos como o monóxido de carbono (CO), óxidos de azoto (NOx) e dióxido de enxofre (SO2), provenientes da queima das impurezas presentes nos combustíveis e vapores de hidrocarbonetos (HC) que não foram queimados. O catalisador converte os gases tóxicos acima referidos em azoto livre (N2), vapor de água (H2O) e dióxido de carbono (CO2). Estes compostos, menos tóxicos, são eliminados pelo escape do automóvel e, embora menos, também poluem o ambiente.

Os catalisadores são a opção mais comum para o controle das emissões dos motores a gasolina e gasóleo, uma vez que são muito eficazes na redução das emissões de hidrocarbonetos e monóxido de carbono, que poderão ser convertidas em mais de 80 e 90%, respectivamente. São ainda eficazes na redução da emissão de partículas em 10-50% devido à eliminação dos componentes orgânicos das partículas da gasolina e do gasóleo. Também convertem grande parte dos óxidos de azoto em azoto. Os catalisadores utilizados no controle de emissões reduzem assim os seus efeitos directamente na fonte, minimizando a exposição a gases e partículas tóxicos emitidos pelos automóveis.

 

Legislação

Com o objectivo de limitar tanto quanto possível o impacto ambiental negativo dos veículos rodoviários no ambiente e na saúde, o Regulamento (CE) n.º 715/2007 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 20 de Junho de 2007 abrange uma vasta gama de emissões poluentes: monóxido de carbono (CO), hidrocarbonetos não-metânicos e hidrocarbonetos totais, óxidos de azoto (NOx) e partículas (PM). Essas emissões incluem as emissões de escape, as emissões por evaporação e as emissões do cárter. São as chamadas normas EURO 5 e EURO 6.

O regulamento abrange veículos ligeiros de passageiros, as furgonetas, os veículos comerciais destinados ao transporte de passageiros ou de mercadorias ou a determinados usos especiais (ambulâncias, por exemplo), quer estejam equipados de motores de ignição comandada (motores alimentados a gás natural ou a gás de petróleo liquefeito – GPL) ou de motores de ignição por compressão (motores diesel), cuja massa de referência não exceda 2 610 kg. Para além destes veículos, os fabricantes podem solicitar que sejam igualmente abrangidos os veículos destinados ao transporte de passageiros ou mercadorias com uma massa de referência compreendida entre 2 610 kg e 2 840 kg.

A norma EURO 5 está em vigor em Portugal desde 1 de Setembro de 2009 no que diz respeito à homologação, e a partir de 1 de Janeiro de 2011 no que diz respeito à matrícula e venda de novos tipos de veículos:

 

CO (mg/km)

Hidrocarbonetos não-metânicos (mg/km)

Hidrocarbonetos totais (mg/km)

 NOx (mg/km)

Partículas (mg/km)

Gasóleo

500

-

-

180 (2)

5 (1)

230 (3)

Gasolina, gás natural ou GPL

1000

68

100

60 (4)

5 (5)

 

(1) Redução de 80% das emissões em relação à norma EURO 4.
(2) Redução de mais de 20% das emissões em relação à norma EURO 4.
(3) Emissões combinadas.
(4) Redução de 25% das emissões em relação à norma EURO 4.
(5) Exclusivo para veículos a gasolina de injecção directa a funcionar com mistura pobre. Este limite não existia segundo a norma EURO 4.

 

Para reduzir as emissões de escape dos veículos automóveis e cumprir a legislação nacional e europeia, os catalisadores são instalados, de origem, em todos os veículos a gasolina vendidos no espaço da União Europeia desde 1993 e, em automóveis a gasóleo desde 1997, sendo o seu uso obrigatório.

Os veículos movidos a gasolina com matrícula anterior a 1993 e os veículos movidos a gasóleo com matrícula anterior a 1997 (sem catalisador instalado de origem) não precisam de instalar um catalisador para circularem na generalidade das estradas nacionais, mas têm de cumprir a legislação referente às emissões do veículo e serem aprovados na inspeção periódica para o efeito.

Em Lisboa, devido aos níveis de poluição existentes em determinadas zonas da cidade, foi cria da, a 4 de Julho de 2011, a Zona de Emissões Reduzidas (ZER), no eixo Av. da Liberdade – Baixa, com a proibição de circulação de todos os veículos pesados e ligeiros que não cumpram, pelo menos, a norma de emissões EURO 1 (ou seja, sem catalisador de origem) durante os dias úteis, das 8:00h às 20:00h.

A 1 de Abril de 2012 foi implementada a segunda fase, que se caracteriza pelo alargamento da área afecta à ZER, passando a existir duas zonas com restrições à circulação* (nos dias úteis das 7h00 às 21h00):

- Zona 1 (Eixo Av. Liberdade/Baixa) – restrição à circulação de veículos que não respeitem as normas de emissão EURO 2 (veículos ligeiros fabricados antes de Jan.1996 e pesados antes de Out.1996);

- Zona 2 - restrição à circulação de veículos que não respeitem as normas de emissão EURO 1 (veículos fabricados antes de Jan.1992).

* excepções admitidas: veículos de emergência, especiais e de pessoas com mobilidade reduzida; veículos históricos; Zona 2 – residentes em Lisboa; Zona 1 – residentes no interior da Zona 1

 

Atualizado: 16/10/2012

 

Outros projectos  

:: CONSELHOS

Planeie antecipadamente os percursos e escolha os mais descongestionados.


HOME | DOCUMENTAÇÃO | LINKS | GLOSSÁRIO | CONTACTOS | Site desenvolvido por: