Mobilidade | Mobilidade Suave | Transportes colectivos | Partilha de viaturas |
Veículos | Combustão Interna | Veículos alternativos | Zonas de Emissões Reduzidas |
Componentes | Filtros de partículas | Catalisadores | Pneus |
Combustíveis | Biocombustíveis líquidos | Biomassa | Biocombustíveis gasosos | Combustíveis tradicionais |
Ruído | O que é | Efeitos na saúde | O que fazer | Contatos úteis | Conselhos |
Conselhos | Planeamento da deslocação | Na condução | Ar condicionado | Manutenção |

Mobilidade - Mobilidade Suave

O andar a pé produz inúmeros benefícios para a vida na cidade, que incluem também as questões de saúde e de qualidade ambiental. De forma a fomentar a mudança cultural de uma sociedade acomodada às deslocações em veículos privados e o surgimento de uma comunidade adaptada às deslocações pedonais, deverá ser assegurado que estas sejam feitas de um modo seguro, acessível e agradável.

O planeamento urbano terá que prever um espaço público apropriado, sem barreiras e que permita a fácil e cómoda convivência do peão com outros modos de transporte.

A bicicleta constitui, logo a seguir ao andar a pé, o modo de transporte mais eficiente em termos de poluição, ruído, ocupação de espaço e consumo energético. Este tipo de transporte facilmente se insere num cenário de intermodalidade, se pensarmos na possibilidade que existe em transportar a bicicleta nos transportes colectivos, embora seja ainda necessário criar, nalguns casos, e melhorar, noutros, as infraestruturas para assegurar uma rede de transportes interligada, acessível, segura e confortável que permita a sua coexistência harmoniosa com os outros tipos de transporte, que circulam na cidade.

Este tipo de deslocação deve ser promovido através da criação e incremento das ciclovias ou passeios mistos, serviços de aluguer de bicicletas, disponibilização de bicicletas gratuitas, criação de locais de recepção e levantamento, parques de estacionamento e serviços de manutenção.

Muitos municípios, espalhados por todo o país, já implementaram projectos que visam a promoção da utilização das bicicletas como modo de transporte e também como actividade de lazer que propicia a convivência urbana e o contacto com os recursos naturais disponíveis.

Eis alguns exemplos de Norte a Sul:

Aveiro
Nome: Bugas
Aluguer: gratuito
Horário: das 10h às 19h
Onde levantar: 20 parques, espalhados pela cidade, incluindo os terminais rodoviários e ferroviários
Tipo de bicicleta: normal
Mais informações

Ansião
Nome: E-ginga
Aluguer: caução inical de 25 € (que inclui seguro).
Horário: das 07h00 às 24h00, num período máximo de utilização de 6 horas diárias.
Onde levantar: dois pontos da cidade: Rua Externato António Soares Barbosa (Ginga Park 1) e Espaço Multiusos da Rua de Erbach (Ginga Park 2)
Tipo de bicicleta: normal
Mais informações

Cascais
Nome: Bicas
Aluguer: gratuito
Horário: das 8h às 19h
Onde levantar: 4 pontos: junto ao parque de estacionamento da Praça de Touros, nas traseiras do Museu do Mar, em frente ao Hotel Baía e junto à Estação de Comboios de Cascais.
Tipo de bicicleta: normal

Serpa
Nome: Pedaleiras
Aluguer: pago (1€ por empréstimo), mediante carregamento do cartão municipal Terra Forte
Horário: das 8h às 21h, no Verão; das 8h às 18h no Inverno.
Onde levantar: dois pontos da cidade: Parque de Campismo e Praça da República.
Tipo de bicicleta: normal

Lisboa
Nome: B'inas – Serviço Park&Bike da EMEL
Aluguer: pago (2€ - meio dia; 3,50€ dia inteiro; 8€ - fins-de-semana, levantando sexta-feira e entregando segunda-feira).
Horário: Dias úteis, das 9h às 19h
Onde levantar: num dos nove parques de estacionamento da EMEL em Lisboa.
Tipo de bicicleta: normal
Observações: qualquer pessoa pode alugar uma Bina, mesmo que não deixe a sua viatura num dos parques da EMEL. Nesse caso, terá de pagar uma caução de 100 Euros que será devolvida no fim da utilização.
Mais informações

Sintra
Nome: Parques Bike Rent
Aluguer: pago (19€ meio dia; 30€ dia inteiro, com direito a entrada nos quatro Parques de Sintra – Monserrate, pena, Capuchos e Mouros)
Horário: das 10h às 18h (flexível)
Onde levantar: Torre do Relógio, vila de Sintra
Tipo de bicicleta: eléctrica
Observações: preços mais acessíveis para grupos iguais ou superiores a três pessoas.

Caldas da Rainha
Nome: Rainhas
Aluguer: pago (2€ até 4 horas; 4€ dia inteiro; 15€ 7 dias; 20€ cartão anual; 10€ cartão anual/estudante)
Horário: das 10h às 19h (dias úteis); 10h-13h/15h-19h (fins-de-semana e feriados)
Onde levantar: em cerca de dez estações espalhadas pela cidade
Tipo de bicicleta: normal
Mais informações

Águeda
Nome: beÁgueda
Aluguer: gratuito (+ seguro de acidentes pessoais – 1,5 a 2 Euros)
Horário: das 9h às 19h (dias úteis)
Onde levantar: um ponto de recolha junto à Câmara Municipal, inicialmente
Tipo de bicicleta: eléctrica
Observações: as bicicletas são fabricadas por uma empresa da região


CICLOVIAS
Cerca de 1.541 quilómetros é a extensão de ciclovias que podem ser percorridas no nosso país, de acordo com informação na página de Internet www.ciclovia.pt, que contabiliza ainda 217 vias cicláveis de norte a sul, devidamente assinaladas no mapa. Faça a sua pesquisa!

 

 

Outros projectos  

:: CONSELHOS

Sempre que puder, trave com a caixa de velocidades antes de usar o travão.


HOME | DOCUMENTAÇÃO | LINKS | GLOSSÁRIO | CONTACTOS | Site desenvolvido por: